26.5 C
Rio de Janeiro
segunda-feira 24,fevereiro,2020 ~ 13:42
Início Autores Posts por Canal Tech

Canal Tech

333 POSTS 0 COMENTÁRIOS

O que é depuração USB: saiba como ativar ou desativar essa função no Android

A depuração USB é utilizada por desenvolvedores em dispositivos Android para que eles se comuniquem melhor com computadores, tornando o desenvolvimento de aplicativos mais eficiente. Naturalmente, ele só funciona caso o usuário tenha habilitado o modo de desenvolvedor em seu smartphone, que permite acesso a áreas diferenciadas.

Por isso, antes de realizar a depuração USB, é necessário ativar certos recursos do dispositivo, que podem – e devem – ser desativados caso necessário. Isso porque o modo de depuração pode colocar em risco os arquivos e dados do aparelho quando ele é conectado via USB a qualquer outro computador que não seja o seu.

Como ativar a depuração USB

Passo 1: primeiro, você deve ativar o modo de desenvolvedor do seu smartphone. Para isso, vá até às configurações e, depois, selecione “Sobre o telefone”.

Em “Sobre o telefone”, você encontrará as informações sobre sua versão do Android (Captura de tela: Ariane Velasco)

Passo 2: toque em “Informações do software” e depois, sobre “Versão do Android” sete vezes.

A mensagem “Você já é um desenvolvedor” deverá aparecer (Captura de tela: Ariane Velasco)

Passo 3: retorne até as configurações de seu smartphone. Role a tela até ver “Opções do desenvolvedor”. Pronto.

Em “Opções do desenvolvedor”, você tem acesso a recursos exclusivos (Captura de tela: Ariane Velasco)

Passo 4: agora que o modo de desenvolvedor de seu Android já está ativado, basta selecionar as “Opções do desenvolvedor” e rolar a tela até encontrar “Depuração USB”. Depois, toque em “OK” para confirmar a ativação.

Permitindo a depuração USB (Captura de tela: Ariane Velasco)

De agora em diante, ferramentas como o Android Studio (exclusiva para desenvolvedores) irão reconhecer o seu smartphone todas às vezes que ele estiver conectado ao computador (desde que a depuração USB continue ativada).

Desativar a depuração USB

Já, caso você queira desativar a depuração, basta acessar novamente as “Opções do desenvolvedor” e tocar sobre a chave de ativação, que será “desligada”. Simples, não é mesmo?

Desativando a depuração USB (Captura de tela: Ariane Velasco)

E você, sabia que era possível usar seu Android no modo de desenvolvedor? Quais as vantagens dele, na sua opinião? Conte pra gente nos comentários.

Chrome 81 deve trazer compatibilidade com NFC e Realidade Aumentada

A cada atualização do Google Chrome são esperadas novidades. Na atual versão estável, de número 80, lançada no início do mês, os usuários da plataforma foram contemplados com uma ferramenta para gestão de cookies, além das tradicionais implementações de segurança e correções de bug.

Com a versão 81 sendo disponibilizada no canal beta, os inscritos no programa identificaram novas e importantes novidades para a futura atualização: suporte ao Web NFC e também à realidade aumentada através do WebXR Hit Test API.

O padrão WebXR está presente na plataforma desde a versão 79, porém até então um pouco limitada a mapeamento e localização. Já no beta teste da futura atualização é possível perceber um amadurecimento dos recursos, possibilitando que desenvolvedores utilizem a câmera do dispositivo para exibir corretamente os objetos virtuais em superfícies horizontais e verticais.

Realidade virtual no Google Chrome ficará mais aprimorada na versão 81 (Imagem: Reprodução)

NFC e realidade aumentada andam de mãos dadas

Há tempos o Google trabalha para integrar cada vez mais os apps da web com as aplicações nativas do dispositivo. A versão 81 do Chrome promete dar mais um passo importante nessa trajetória com a implementação do NFC.

Caso os testes sejam concluídos com sucesso, a compatibilidade das aplicações web com o NFC permitirá criar mundos interativos de realidade aumentada e interagir com tags ou objetos do mundo real, sendo muito útil também em museus, exposições, organização de inventários e disponibilização de informações em locais públicos, por exemplo.

[embedded content]

O Chrome 81 está na fase de testes beta e sua versão estável deve ser lançada no próximo mês. Além das novidades citadas, essa versão também deve ser liberada com uma reformulação da ferramenta de segurança que avisa os usuários sobre downloads mal-intencionados.

Fonte: AndroidPolice  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

7 aplicativos de transporte público para se locomover em São Paulo no Carnaval

O Carnaval 2020 está cada vez mais próximo, e já é época de se programar para comparecer aos bloquinhos de rua e assistir aos desfiles. No entanto, um detalhe importantíssimo para curtir a festividade em questão é chegar no lugar sem se perder, além de ficar a par do melhor meio de transporte para se locomover. Tendo isso em mente, fizemos uma listinha para você com os sete melhores aplicativos de transporte público para se locomover em São Paulo.

1 – Moovit

Moovit é um dos aplicativos de transporte público para se locomover em São Paulo (Foto: Divulgação/Moovit)

Quando se fala em aplicativos de transporte público, talvez o primeiro que venha à mente seja o Moovit, o mais famoso do nicho. O Moovit pode guiar você do local de partida até o local de chegada, e fornece os horários dos trens e ônibus, mapas, horários de chegada em tempo real. Além disso, o app também dispõe de algo que vale principalmente nessa época do ano: alertas que informam alterações e/ou interrupções no serviço das linhas. Isso, é claro, além das instruções passo a passo da melhor rota de ônibus, trem, metrô, VLT, bonde, bicicleta ou de rotas combinadas com diferentes modais.

O app, que pode ser encontrado para download gratuito tanto para dispositivos Android quanto iOS, também disponibiliza aos usuários mapas com todos os pontos, estações, rotas e linhas e também mapas disponíveis em PDF para que você possa ter acesso quando estiver off-line. O Moovit atua com SPTrans, Metrô SP, CPTM, EMTU e outras empresas de transporte.

2 – OnibusSP

Aplicativo OnibusSP permite acompanhar linhas de São Paulo em tempo real (Foto: Captura de tela/Nathan Vieira) 

O aplicativo OnibusSP, disponível para download tanto para dispositivos Android quanto iOS, permite localizar linhas de ônibus em São Paulo em tempo real. Funciona da seguinte maneira: o aplicativo exibe em um mapa o local em que determinada linha de ônibus está, podendo mostrar mais de um veículo em atividade pela cidade.

Para utilizá-lo, basta apenas digitar o número da linha a ser pesquisada e escolher qual o sentido a ser exibido no mapa. Vale lembrar que ainda há uma opção para favoritar linhas de ônibus, para acessar a localização do veículo de maneira ainda mais rápida.

3 – Cadê o Ônibus?

Cadê meu Ônibus, um dos aplicativos de transporte público que podem te ajudar no Carnaval deste ano (Foto: Divulgação/Cadê Meu Ônibus)

Provavelmente essa é uma pergunta que já perdurou pela cabeça de muitos. No entanto, esse aplicativo ajuda a respondê-la. Basicamente, ele atende tanto São Paulo e Região (SPTrans e EMTU) como outras cidades também, como Teresina (STrans), Rio de Janeiro (Capital) e Curitiba.

Na prática, o app permite pesquisar linhas de ônibus, ver em Tempo Real, aonde estão os ônibus, ver a previsão de chegada do ônibus, adicionar suas linhas mais usadas aos Favoritos, ver o melhor trajeto para chegar ao seu destino, consultar todas as ruas que seu ônibus irá passar, ficar a par do horário de saída do terminal, acessar ao mapa metropolitano da cidade, ver todos os pontos de ônibus ao seu redor e as linhas que passam nos pontos de ônibus e até colaborar com outros usuários.

O app também notifica sobre problemas com o trem ou o metrô e até fornece acesso Rápido na tela de Favoritos para verificar se há algum problema no transporte público. Disponível tanto para dispositivos Android quanto iOS, o Cadê Meu Ônibus é gratuito.

4 – CittaMobi

CittaMobi permite locomoção por São Paulo (Foto: Divulgação/CittaMobi)

O CittaMobi não apenas informa o tempo de chegada dos ônibus, como também mostra a melhor rota de um ponto a outro e os próprios itinerários das linhas de ônibus. Um diferencial do aplicativo é que ele ainda vende créditos para cartões de transporte e até disponibiliza um botão para aviso de incidente grave.

No aplicativo, é possível marcar suas linhas e pontos favoritos para a sua navegação pelo app ficar ainda mais simples. Em poucos cliques você sabe quanto tempo falta para o seu ônibus chegar. Além de São Paulo, o aplicativo de transporte público também está presente em mais 300 cidades. Você pode baixá-lo em seu dispositivo Android ou iOS.

5 – Metrô de São Paulo Oficial

Aplicativo oficial do Metrô (Foto: Captura de tela/Nathan Vieira)

Claro que o aplicativo oficial não poderia ficar de fora dessa lista. O app Metrô de São Paulo Oficial permite que os usuários acompanhem em tempo real o status operacional de cada linha e também oferece uma simulação do passo-a-passo para o caminho mais rápido entre duas estações, seu tempo e custo esperados e mapas dos arredores. No app também fica disponível um mapa visual com todas as linhas do Metrô.

Um diferencial é que também dá para verificar o valor das tarifas, telefones úteis e horários de funcionamento de cada estação. É possível baixá-lo em Android e iOS.

6 – Ônibus ao Vivo

Ônibus ao vivo é um dos aplicativos de transporte público para o Carnaval (Foto: Captura de tela/Nathan Vieira)

Usuários do Android e do iOS podem acompanhar o trajeto do seu ônibus e a situação dos trens e do Metrô em tempo real com o aplicativo Ônibus ao Vivo quando forem passar o Carnaval em São Paulo (embora o app também se estenda a outras regiões, como Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre ou Belo Horizonte). Ele permite localizar a melhor e mais rápida linha de ônibus para seu destino, acompanhar no mapa o trajeto do ônibus e o horário estimado de chegada, ver a situação das linhas de trens e metrô próximas e escolher o melhor caminho e até favorite suas linhas, paradas e trajetos mais frequentes.

Com esse aplicativo de transporte público, é possível saber a posição em tempo real de todos os ônibus, bem como sua estimativa de horário de chegada e receber alertas em tempo real para a situação caso aconteça algo com os trens ou metrôs. O diferencial do aplicativo é identificar ônibus adaptados para pessoas com necessidades especiais e explorar a rota feita por uma linha, tal como a localização de todas as paradas no trajeto.

7 –  São Paulo Guia de Metrô e mapa interativo

São Paulo Guia de Metrô e mapa interativo (Foto: Captura de tela/Nathan Vieira)

Certo. No caso desse aplicativo, o nome é bem autoexplicativo. Trata-se, basicamente, de um mapa em que é possível construir o melhor caminho em torno da cidade utilizando o sistema de metrô, calcular o tempo de viagem, distância e custo da viagem até a estação desejada e encontrar a estação de metrô mais próxima de você.

Também é possível ver o seu próprio percurso em tempo real no mapa interativo, e aprender a informação mais importante sobre o cronograma do metro, preços e formas de pagamento de tarifa. O mapa também funciona off-line, sendo uma boa escapatória para situações de emergência. Pode ser baixado para Android.

Xiaomi Mi 10: 40% dos compradores eram de marcas concorrentes


Tudo sobre


Saiba tudo sobre Xiaomi Mi 10 5G

Ficha técnica


O lançamento dos novos Mi 10 e Mi 10 Pro na última sexta-feira (14) está trazendo números bem interessantes para a Xiaomi. Além de faturar o equivalente a R$ 124 milhões em apenas um minuto com seu novo top de linha na China, a fabricante também tem motivos para comemorar quanto a concorrência.

Segundo uma publicação recente feita por Xu Jieyun, gerente geral do departamento de relações públicas da Xiaomi, em sua conta na rede social Weibo, cerca de 40% dos usuários que adquiriam um Mi 10 na pré-venda do Xiaomi Mi 10 utilizavam aparelhos de outras marcas.

Xiaomi Mi 10 é responsável por trazer “novos amigos do Mi” (Reprodução: Weibo)

“De acordo com os dados de back-end de comércio eletrônico da pré-venda do Xiaomi Mi 10, pelo menos quase 40% dos usuários são de outras marcas (uma delas tem uma contribuição proeminente). Esses dados são superiores à nossa expectativa”, revela trecho da publicação.

Preço e especificações explicam resultado positivo

Apesar desse dado mostrar que a estratégia de marketing está dando certo, não significa que concorrentes como Samsung, Oppo e Vivo estão perdendo clientes e participação de mercado, mas sim que a Xiaomi tem deixado seu produto cada vez mais interessante para quem busca um top de linha.

A série de smartphones Mi 10 tem como grandes atrativos o processador Snapdragon 865, tela AMOLED com 90Hz de taxa de atualização e câmera principal de 108MP com suporte a gravação em resolução 8K. Outro fator é o preço competitivo em relação a concorrentes como o Galaxy S20, por exemplo.

Xiaomi Mi 10 e Mi 10 Pro são fortes concorrentes da linha Galaxy S20 da Samsung (Reprodução)

Com o surto do Coronavírus, a nova linha Mi 10 está com a logística e produção prejudicada, inclusive com o lançamento do aparelho adiado após o cancelamento da MWC 2020. A previsão é que os smartphones desembarquem aqui no Brasil ainda nesse primeiro semestre. Ansiosos?

Fonte: Weibo  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Redmi Airdots: bom e barato ou apenas barato?

Experimentamos uma série de fones de ouvido sem fios aqui no Canaltech, como os AirPods, AirPods Pro, FreeBuds 3, EchoBuds e PowerBeats Pro.

Como o RedmiAirDots se posiciona em relação a elas, já que custa uma fração do preço de qualquer um desses modelos? Será que eles são apenas baratos ou oferecem uma boa qualidade de som? Este é o tema deste vídeo.

Fichas Técnicas:

Loja confiável com ESTOQUE NO BRASIL, sem taxas de importação e entrega rápida

FAVORITOS DO PÚBLICO – Produtos COM ESTOQUE NO BRASIL

Lojas confiáveis para IMPORTAR DA CHINA

Gostou desse vídeo?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Coronavírus: Samsung e Motorola pausam produção de celulares no Brasil

Apesar de não ter nenhum caso de Coronavirus confirmado aqui no Brasil, a epidemia com surto na China tem impactos diretos em nossa economia, principalmente no setor de tecnologia. A Motorola e Samsung, por exemplo, estão interrompendo a fabricação de smartphone aqui no país por conta da falta de componentes importados.

A Flextronics, responsável pela produção da Motorola aqui no Brasil, anunciou férias coletivas de 10 dias a partir da próxima segunda-feira (17) para cerca de 2,2 mil funcionários, reduzindo assim cerca de 80% da força de trabalho. Já a Samsung, tomou a decisão de deixar um total de 2,5 mil funcionários “de folga” por três dias desde quarta-feira (12).

“A Samsung nos procurou para discutirmos medidas porque eles estão tendo problemas com a falta de componentes, e praticamente todos eles vêm da China. A decisão foi deixar o pessoal em casa por três dias e haverá uma compensação depois”, relata ao G1 Sidalino Orsi Júnior, presidente do sindicato dos metalúrgicos de Campinas e Região, onde está localizada a fábrica da empresa.

Motorola Razr e Galaxy Z Flip por enquanto não devem sofrer com impacto na produção (Reprodução: Digital Trends)

A medida acompanha o movimento que já vem acontecendo na China nas últimas semanas, em que várias empresas fecharam as portas das lojas, escritórios e a produção nas fábricas para evitar a propagação do vírus. Vale lembrar que a MWC 2020, que aconteceria entre os dias 24 e 27 de fevereiro, em Barcelona, na Espanha, foi cancelada por receio do surto da doença.

“Estamos preocupados que isso ainda vai longe. Embora o vírus não tenha chegado aqui, as consequências já vieram. O risco iminente é que se esse negócio se complicar as empresas queiram partir para cortes”, pondera o presidente do sindicato de Campinas. 

Consumidor pode sentir efeito no bolso

Embora a OMS (Organização Mundial de Saúde) tenha afirmado recentemente que a epidemia esteja controlada no resto do mundo, ou seja, não há aumento alarmante de transmissão fora da China, o país é a nossa principal fonte de importações de componentes.

Além disso, segundo dados da Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica), no ano passado o Brasil já sofreu com problemas no recebimento de materiais oriundos da China:

“Essa situação foi observada principalmente entre as fabricantes de produtos de Tecnologia da Informação (celulares, computadores, entre outros). O atual desabastecimento de componentes e insumos é consequência da paralisação de fábricas chinesas decorrente da epidemia de coronavírus”, disse a associação.

Caso a situação não apresente melhora, cada vez mais empresas de tecnologia precisarão interromper suas produções e prolongar o prazo de retorno, reduzindo assim os estoques de produtos não só aqui no Brasil, mas pelo mundo, impactando no aumento geral de preços em dispositivos eletrônicos.

Fonte: Convergência Digital, G1

Para Todos os Garotos: P.S. Ainda Amo Você é açúcar na mesinha de cabeceira

Pode ser difícil testemunhar a inocência em um mundo avesso a ela. Tudo fica fofo demais, doce demais e, de algum modo, irreal demais. Por outro lado, se é justamente inocência que às vezes parece faltar, ter um cantinho para se recolher e, afinal, querer e poder liberar fofura e brincar de contos de fadas pode ser um escape muito válido. Para Todos os Garotos: P.S. Ainda Amo Você (disponível na Netflix) é, dentro dessa visão, uma sequência que faz jus ao anterior: romantismo kitsch, fábula despreocupada com a realidade e que, nessa fuga, acaba por ser – como o primeiro – uma espécie de filme de cabeceira para quem está na fase provavelmente mais cheia de amores platônicos da vida: a adolescência.

Cuidado! A crítica pode conter spoilers!

Fuga da realidade

Enquanto Para Todos os Garotos que Já Amei (de Susan Johnson, 2018) trata sobre a busca do amor, algumas das missões que são realizadas para a efetivação (ou não) de uma felicidade depositada no outro, o filme em questão (dirigido por Michael Fimognari – em debute na função) parte para os tropeços e as dores. Desse jeito, o filme de Fimognari tenta desmascarar alguns dos baques sofridos por amor quando se é adolescente e como, às vezes, é necessário experimentar obstáculos no caminho para lidar com a estrada.

As intenções são excelentes, mas, apesar de o filme ter um universo próprio, há uma superficialidade constante que pode fazer com que parte do público não compre o que se passa. E tudo isso ainda acaba por revelar um tipo de voto de castidade do roteiro (de Sofia Alvarez e J. Mills Goodloe – do antecessor e de Depois Daquela Montanha respectivamente) contra a realidade: “[…] porque tudo o que aconteceu nos trouxe até aqui.”, comenta Lara Jean (Lana Condor) em uma de suas últimas falas sobre Peter (Noah Centineo). A verdade é que esse tudo foi praticamente nada até ali e, no final das contas, acaba por transformar comportamentos necessários de mudança em algo para se acostumar – o que é a base de muitos dos abusos ocorridos dentro de casa.

“[…] porque tudo o que aconteceu nos trouxe até aqui.” (Imagem: Captura de tela/Sihan Felix)

Mas a ideia é, de fato, fugir da realidade. Percebe-se, nesse sentido, como todos os adultos funcionam em comunhão. A vida ao redor dos adolescentes é algo perto de perfeita, somente com fatos tristes do passado tendo algum poder em influenciar o presente. O pai de Lara Jean (Dr. Covey – interpretado por John Corbett), por exemplo, está sempre sorrindo e, ao flertar com Trina (Sarayu Blue) como se fosse um adolescente, apenas corrobora o quanto o mundo de Para Todos os Garotos: P.S. Ainda Amo Você faz parte de uma consciência estabelecida, criada por Alvarez, Goodloe e pela direção de Fimognari.

Dr. Covey, sempre sorrindo ao flertar com Trina. (Imagem: Captura de tela/Sihan Felix)

Açúcar na mesinha de cabeceira

Fiel ao conceito de construir uma realidade, Fimognari acaba por garantir a identificação do público adolescente. É uma direção inteligente nesse sentido, que entende o filme como sendo para um público nichado. Justamente por tudo isso, a montagem de Joe Klotz (de Brooklyn: Sem Pai Nem Mãe) aposta em uma quase aleatoriedade de planos, fazendo com que cada corte não conduza exatamente o ritmo, mas ceda alguma sensação de incômodo – por mais que esse incômodo possa passar conscientemente despercebido. Isso, por si só, garante a questão de ser-adolescente na percepção do filme, com suas mudanças bruscas de humor, de direção; com os hormônios quase que regendo a vida em detrimento da racionalidade.

Para Todos os Garotos: P.S. Ainda Amo Você pode não alcançar muito e ficar, de fato, celebrado somente pelo seu nicho. Se, por um lado, não seja saudável ao ceder argumentos e situações inválidas para uma vida que está muito longe de ser uma fábula romântica – ainda mais para mentes em formação e definição –, por outro tem a sua validade, trazendo um pouco de ingenuidade e doçura a uma realidade que exige consciência adulta a quem não tem nem consciência sobre seu próprio corpo.

Um pouco de ingenuidade e doçura… (Imagem: Captura de tela/Sihan Felix)

Na verdade, trazer um pouco de ingenuidade e doçura é o mais completo eufemismo. Porque o filme é uma calda de caramelo cobrindo um pastoso doce de batata doce com um toque de creme chantili e leite condensado. Para quem a vida está amarga, para quem a vida salgou ou para quem gosta tanto de sentir a sacarose, deve ser um filme-sobremesa a ser provado… e, aguentando tanto açúcar, a deixar na mesinha de cabeceira.

Primeiro lugar em educação, Sobral usa tecnologia para continuar avançando

Foram 231 Km de estrada pelo sertão do Ceará até a famosa cidade de Sobral, uma referência consolidada entre interessados em educação. A maioria dos pesquisadores do grupo que eu acompanhava tinha o objetivo de desvendar o segredo que possibilitou uma cidade com nível socioeconômico abaixo da média brasileira saltar para a primeira posição do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), principal indicador da qualidade da educação no Brasil. Meu objetivo era ligeiramente diferente. Eu queria entender o que Sobral está fazendo para continuar evoluindo, agora que já estava no topo, e o que poderemos replicar em outros municípios sem que tenham necessariamente que atingir o nível de excelência de Sobral como pré-requisito. Em inovação, isso é chamado de “leapfrogging”, conceito que explica que, para adotar o que há de mais avançado em uma tecnologia, por exemplo, não é preciso passar por todos os passos que foram necessários para desenvolvê-la. Ou seja, assim como um país não precisa conectar todas as residências à telefonia fixa antes de usar o celular, as escolas também não precisam esperar alcançar uma nota 9 no Ideb para adotar inovações e promover uma aprendizagem mais ativa.

Observei uma aula de matemática do 7º ano da Escola Maria Dorilene. Ao entrar na sala, os alunos encontraram as mesas organizadas para grupos de 4 pessoas. Sobre cada uma das mesas, uma Gogo Board, um dispositivo open-source de baixo custo para robótica educacional e experimentos científicos, uma régua, uma prancheta e uma folha A4 com as instruções da aula. A Gogo Board estava acoplada a um sensor de umidade, como depois me explicaria o professor Cesar Brasileiro. Cesar participou de um grupo de trabalho da secretaria de educação e ajudou a desenvolver a nova unidade curricular que estava sendo testada naquela aula.

Após serem recepcionados e introduzidos ao tema do dia, os alunos foram convidados a investigar quais seriam os locais ideais da escola, de acordo com a umidade do solo, para se plantar três espécies de plantas diferentes: um cacto, um girassol e uma copo-de-leite. Munidos de prancheta e gogo board, a turma se espalhou pela escola. Em 20 minutos estavam de volta, cada grupo com uma tabela descrevendo os mais variados locais e a umidade registrada.

A segunda parte da aula teria sido comum, se não fosse pelo engajamento dos alunos. Com suas próprias tabelas em mãos, os alunos tinham que associar as plantas aos locais propícios, identificar o local de maior e menor umidade e calcular a umidade média da escola. A experiência em campo fez com que os números da tabela (que variavam de 0 a 100) fizessem sentido, já que haviam sido medidos pelos próprios alunos, em locais da escolha deles, para um fim específico – não eram apenas números numa folha de papel.

Enquanto tudo isso acontecia, o professor Cesar movia uma câmera instalada em um tripé para diferentes locais da sala, ora filmando a turma toda, ora focando em um grupo específico. Ao final da aula perguntei ao professor o objetivo da câmera, que os alunos já ignoravam. Ele me explicou que após cada nova aula que ele experimenta, ele assiste a filmagem sozinho, ou com a equipe do currículo, e tenta ver o que ele poderia melhorar. Perguntei se de fato as aulas evoluíam com essa prática e ele me mostrou seu computador, com diferentes versões da mesma atividade, após as várias modificações que ele já havia feito. “Aqui, me sinto um professor pesquisador, já tenho material para fazer um mestrado”, me explicou Cesar.

Vale ressaltar, no entanto, que isso só é possível com o apoio da secretaria de educação e da diretoria da escola, que permite ao Cesar e aos outros professores do novo currículo um tempo de planejamento adequado e apoio pedagógico necessário. “Esse tempo é essencial, tanto para planejar e estudar as atividades, quanto para organizar a sala e alinhar o currículo com os outros professores”.

Aprendizagem ativa 

Me chamou atenção nessa experiência não apenas o uso da tecnologia integrada a prática pedagógica, mas também o fato do município com o melhor ensino fundamental do país estar baseando seus próximos passos em um método de aprendizagem mais ativo, que incita estudantes a exercerem protagonismo de maneira bastante alinhada ao currículo, valorizando o papel do professor e por meio de experimentos bem acompanhados. “Eles não estão aprendendo sobre ciências, estão aprendendo a fazer ciências” me contou o Prof Paulo Blikstein, da Universidade de Columbia, consultor do município na reformulação do currículo de Ciências, em conjunto com a Universidade Federal do Ceará e a Fundação Lemann.

Caption

A partir dessa experiência piloto em duas escolas, o município planeja agora expandir a prática e a infraestrutura necessária para toda a rede. A tecnologia, como foi utilizada, permitiu um significado muito mais profundo ao currículo, além de posicionar os alunos no papel de investigadores, coletando e interpretando os próprios dados e instigando novas perguntas e o interesse da turma. Nessas condições, a tecnologia potencializa o trabalho de bons professores, com forte apoio de seus gestores e de boas políticas públicas em educação.

A boa notícia é que não é preciso o melhor Ideb do Brasil para começar. Aproveitando o clima de volta às aulas, fica o convite para educadores experimentarem práticas mais ativas com o “Guia Volta às Aulas com Aprendizagem Criativa”, repleto de sugestões de atividades para seus alunos. Deixo também o convite para gestores criarem as condições para esse tipo de aprendizagem e para pais e mães observarem o que as escolas de seus filhos estão chamando de inovação – mais importante do que a tecnologia brilhando na mesa, é permitir espaço de criação e descoberta para os alunos.

Patente da Apple revela sistema de Smart Home autônomo

Uma nova patente registrada pela Apple, e publicada em 13 de fevereiro de 2020, revela de um dispositivo de casa inteligente (Smart Home) que seria capaz de configurar a si próprio, aliviando o usuário da necessidade de fazer os ajustes mais finos dele.

Na documentação, a Apple reconhece a qualidade dos dispositivos atualmente disponíveis no mercado, mas ressalta o trabalho processual que é configurá-los, em especial para usuários leigos: se você tem, por exemplo, dois Amazon Echo instalados em pontos diferentes da casa, terá que ajustar ambos para funções específicas de acordo com o cômodo onde se encontram — um deles controla a luz e o ar condicionado da sala de estar, enquanto o outro, liga e desliga a TV do quarto, por exemplo. Isso para dispositivos iguais, já que, em caso de produtos diferentes na mesma casa, o tempo e a dificuldade são dobradas.

(Imagem: Reprodução/The Verge)

O dispositivo na patente da Apple elimina isso, já que, segundo a empresa, ele pode identificar sozinho novos dispositivos conectados, em qual como ele se encontra e, finalmente, autenticá-lo para o seu controle. Tudo de forma automática. Na prática, isso significa, por exemplo, que no caso de um novo interruptor inteligente de luz for instalado, o sistema automaticamente o encontraria no painel de controle do app Home (disponível via iOS/iPadOS), exibindo as funções disponíveis para ele.

Mais além, o dispositivo previsto na patente contaria com sensores tempo de vôo (Time of Flight, ou simplesmente “ToF”) para identificar outros hubs de casa inteligente, além de objetos inanimados como sofás, mesas de centro e eletrodomésticos e, finalmente, saber se e por onde você está caminhando pela casa. O uso do sensor seria para que o sistema interno do gadget gerasse um mapa interno da residência, identificando todos os pontos e conectando-se com outros dispositivos via ondas de rádio.

Sobre rastrear o usuário pela casa, o sistema poderia até mesmo confirmar se a pessoa detectada é um usuário “autenticado” por ele. Na possibilidade de não ser uma pessoa autorizada, o dispositivo travaria certas funções essenciais de controle da casa.

(Imagem: Reprodução/The Verge)

Evidentemente, isso é apenas uma patente, então não se pode afirmar que isso vire um produto final por parte da Apple. Além do mais, existem muitas variáveis a serem consideradas: quando o Canaltech testou o kit Casa Inteligente da Positivo, por exemplo, era possível controlar os itens conectados por outros assistentes, como Google Assistente ou Alexa, mas funções mais aprimoradas — intensidade e mudança de cores da luz, por exemplo — eram exclusivas do aplicativo da fabricante.

Isso tanto é verdade que questões de conectividade entre dispositivos diferentes sempre foi um ponto levantado por especialistas do setor: hoje, a recomendação é que o usuário evite adquirir produtos do tipo que venham de fabricantes diferentes, a fim de manter sempre uma conexão otimizada entre os itens e o controle da casa.

A Apple, no melhor jeito Apple de ser, manteve o silêncio sobre a patente, mas ela está longe de ser a primeira a pensar em algo tão robusto: uma empresa chamada Intellithings tem algo similar para identificar smartphones de usuários conhecidos e desconhecidos por ele, ao passo que alguns modelos do robô-limpador Roomba traz uma função de mapeamento em 3D para aspirar a sujeira do chão sem entrar em conflito cadeiras, pés de mesa e afins.

Fonte: The Verge

Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (08/02 a 14/02)

O fim de semana finalmente está aí e esse é o momento ideal para explorar as várias opções de entretenimento para curtir os dias de descanso. Se ainda tá sobrando salário na conta, uma boa ideia pode ser ir ao cinema; se a grana já está curta, é possível que as novidades da Netflix sejam suficientes. Se não forem, o jeito é conferir os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online, sem sair de casa e pagando muito pouco (ou absolutamente nada) por isso.

Serviços como o Prime Video, o GloboPlay e o Telecine têm uma boa oferta de produções para seus assinantes, enquanto plataformas de vídeo sob demanda como a Play Store, iTunes e Looke trazem em seu acervo grandes títulos, disponíveis para aluguel ou compra. Para ajudar você a se decidir sobre o que assistir, o Canaltech lista todos os sábados o que há de melhor nesses lugares.

Nesta semana, o que não falta são produções do gênero drama. Mas calma que não o drama pelo drama: há dramas fictícios com pitadas de terror e ficção científica, dramas inspirados em histórias reais e aqueles recheados de mistério que nos deixam inquietos e apreensivos. Também há títulos de animação para curtir com a garotada e documentários para quem quer saber mais sobre o movimento LGBTI e um dos maiores astros do mundo da música de todos os tempos.

Um Lugar Silencioso

Quem teve a oportunidade de assistir a Um Lugar Silencioso no cinema certamente vivenciou uma daquelas experiências que só ele pode proporcionar. A trama se passa em uma fazenda nos Estados Unidos e conta a história de uma família que é perseguida por uma entidade misteriosa assustadora. Para se protegerem, eles devem permanecer em silêncio absoluto, a qualquer custo, pois o perigo está à espreita e pronto para atacara ao sinal de qualquer som. Por isso, a sensação é de sufocamento, e no cinema toda a plateia permanecia em silêncio o tempo inteiro, como se estivesse ali, ao lado dos personagens, vivendo a história deles.

Leia também: Crítica | Um Lugar Silencioso para os oprimidos

Você pode ter uma palhinha disso em casa assistindo a Um Lugar Silencioso no Telecine ou comprando o filme na Play Store, Microsoft Store ou iTunes. E fique ligado, pois Um Lugar Silencioso 2 está vindo aí (assista no cinema!).

A Travessia

Quão maluco seria atravessar dois prédios a centenas de metros de altura andando sob um cabo de aço? Parece impossível, mas é essa história real que A Travessia conta. Philippe Petit (Joseph Gordon-Levitt) ficou famoso ao atravessar as Torres Gêmeas do World Trade Center usando apenas um cabo. Mesmo sem a autorização legal para fazer essa aventura, ele reuniu um grupo de assistentes e contou com a ajuda de um mentor para bolar o plano que se tornou realidade no ano de 1974 e foi notícia no mundo inteiro.

A Travessia é de uma realidade incrível (dá até para sentir vertigem assistindo a ele) e está disponível para todos os assinantes do GloboPlay. Se preferir, você pode comprar ou alugar o filme na Play Store, Claro Video, Microsoft Store ou iTunes.

Hóspede Indesejado

Como diz o ditado, quem casa, quer casa. O que o jovem casal Scott e Annie Russell (Michael Ealy e Meagan Good) não imaginava é que realizar o sonho de comprar a casa perfeita lhes traria tantos problemas. Estranhamente, Charlie (Dennis Quaid), o solitário viúvo que vendeu o imóvel, começa a interferir na vida do casal, que se vê vítima do comportamento obsessivo e violento de um homem capaz de destruir tudo que eles amam.

Hóspede Indesejado está disponível para todos os assinantes do HBO GO, mas também pode ser comprado na Play Store, Microsoft Store, iTunes e Looke.

Os Oito Odiados

O Oscar foi no domingo passado, mas nunca é tarde demais para curtir um bom filme de um diretor renomado. Os Oito Odiados foi o último filme de Quentin Tarantino antes de Era Uma Vez Em… Hollywood e se passa após o fim da Guerra Civil dos EUA. Mesmo durante uma nevasca, o carrasco John Ruth (Kurt Russell) insiste em transportar a prisioneira Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh), que ele esperar poder trocar por uma grande quantia de dinheiro. Durante a viagem, mais duas pessoas se juntam a eles, mas logo eles têm de se abrigar no Armazém da Minnie devido ao tempo ruim. Lá estão abrigados mais quatro desconhecidos, e aos poucos os oito viajantes no local começam a descobrir segredos sangrentos uns dos outros, levando a um inevitável confronto entre eles.

Leia também: 10 filmes dirigidos por Quentin Tarantino para assistir online

Os Oito Odiados está disponível para quem é assinante do Amazon Prime Video e HBO GO, também podendo ser comprado ou alugado na Play Store, Claro Video e iTunes.

Evil – Contato Sobrenatural

Se você está procurando uma série nova para maratonar e curte o sobrenatural, Evil pode ser uma excelente pedida. A trama segue uma psicóloga clínica cética (Katja Herbers) que se junta a um padre em treinamento (Mike Colter) para investigar acontecimentos estranhos como supostos milagres, possessões demoníacas e outros fenômenos extraordinários com o objetivo de ver se há alguma explicação científica ou se algo realmente sobrenatural está agindo ali.

Evil – Contato Sobrenatural tem uma temporada completa disponível na íntegra no GloboPlay.

Visible: Out on Television

Não dá para negar que o Apple TV+ ainda tem um catálogo diminuto, mas sempre que a Apple lança uma nova produção original, ela pega muita gente de jeito. Visible: Out on Television é a mais nova investida da companhia. Programada para ter pelo menos cinco episódios, a série documental mostra a história do movimento LGBTI através das lentes da TV. Usando imagens de arquivo e novas entrevistas, ela fala de homofobia, a evolução de personagens LGBTI e como é se assumir para a indústria do entretenimento, usando como exemplos a apresentadora Ellen DeGeneres e o ator Neil Patrick Harris.

Os cinco episódios da temporada 1 de Visible: Out on Television podem ser assistidos diretamente no Apple TV+.

A Princesa e o Sapo

Quem tem criança em casa sabe como os fins de semana podem ser corridos, principalmente se não houver um bom filme para assistir em família. Uma boa alternativa esta semana é A Princesa e o Sapo, o último longa da Disney produzido em animação tradicional, como aqueles filmes do Mickey e companhia que a gente assistiu nos anos 1990. A comédia combina algumas histórias clássicas e é protagonizada por Tiana e por um príncipe em forma de sapo que quer desesperadamente voltar a ser humano. Para isso, ele precisa ser beijado, mas até que isso aconteça ele terá de viver aventuras hilárias.

A Princesa e o Sapo está disponível nos catálogos da Netflix, Claro Video, Amazon Prime Video e HBO GO. O filme também pode ser encontrado para aluguel ou compra na Microsoft Store, iTunes e Play Store.

Meu Malvado Favorito 3

De uma animação aos moldes clássicos para uma feita em 3D. Meu Malvado Favorito 3 é o mais recente capítulo da franquia criada pela Universal Pictures que catapultou Gru, suas filhas e seus minions ao sucesso. Desta vez, o ex-vilão é convocado ao lado de Lucy para enfrentar EvilBratt, uma pessoa amargurada que desde que perdeu sua posição de astro da TV vive planejando seu retorno triunfal como vingança. O problema é que no meio dessa caçada Gru descobre que tem um irmão gêmeo e terá de se dividir entre a missão de deter o bandidão e a missão de conhecer seu irmão.

Meu Malvado Favorito 3 está disponível para aluguel ou compra na Play Store, iTunes e Looke.

Michael Jackson: Em Busca da Verdade

Não há dúvidas de que Michael Jackson foi um dos maiores artistas de todos os tempos — não a toa ele sempre foi chamado de O Rei do Pop. Apesar da fama sob os holofotes, a vida privada do cantor sempre foi muito sombria e cheia de dúvidas. O documentário Michael Jackson: Em Busca da Verdade lança um olhar investigativo sobre as batalhas legais do superstar, trazendo amigos próximos, antigos funcionários e investigadores para p intar um retrato íntimo do mundo complicado dele e analisar detalhadamente as alegações de abuso sexual de que ele foi alvo.

Michael Jackson: Em Busca da Verdade está disponível para aluguel ou compra na Play Store, Microsoft Store e iTunes.

John DeLorean – Visionário ou Vigarista?

Quem assistiu a qualquer filme da franquia De Volta para o Futuro, principalmente na época em que foram lançados, certamente ficou (e ainda fica) de boca aberta quando o DMC-12 (conhecido apenas como DeLorean) aparece em cena. O carro se tornou um ícone da cultura pop, mas poucos sabem a história do controverso John DeLorean, o homem responsável por criar esse símbolo. Considerado por muitos um dos maiores nomes da indústria automotiva, ele também foi incriminado por tráfico de drogas, fraude e evasão fiscal, indo parar nas mãos do FBI. John DeLorean – Visionário ou Vigarista? conta exatamente essa história peculiar, usando imagens e fotos reais da época e depoimentos de amigos e familiares apoiados por reencenações. Imperdível para os fãs de cinema, carros e histórias de grande magnatas que também são meio malucos.

John DeLorean – Visionário ou Vigarista? pode ser alugado ou comprado na Play Store, Claro Video e iTunes.