A Criterion Games vai novamente cuidar da série de jogos de corrida Need for Speed (NFS). A confirmação veio da própria Electronic Arts, que disse ao GamesIndustry que está fechando o estúdio sueco Ghost Games, responsável pelos três últimos jogos da franquia.

A Criterion tornou-se conhecida pela série arcade de corridas Burnout e desenvolveu ou participou na criação de dois títulos da franquia que agora reassume: Need for Speed: Hot Pursuit e Need for Speed: Most Wanted. A empresa também auxiliou o desenvolvimento de Need for Speed: Rivals, este último em colaboração com a agora dissolvida Ghost Games.

“Com um amplo histórico e paixão por jogos de corrida e uma visão voltada ao nosso potencial de criação, o time Criterion levará a marca Need for Speed à próxima geração”, disse um porta-voz da EA.

“A Ghost Games nos ajudou a construir grandes experiências de Need for Speed para os nossos jogadores. Consistentemente entregar jogos de nivel AAA significa que precisamos de times com habilidades diversificadas, em locais onde podemos oferecer um apoio contínuo para agregar novos membros. Apesar de nossos esforços para estabelecer um grupo independente de desenvolvimento em Gotenburgo ao longo dos anos, tornou-se claro que a amplitude de talentos que necessitamos para manter um estúdio AAA simplesmente não está disponível lá. A Criterion também pode oferecer a liderança consistência que precisamos para continuar a criar e entregar novas experiências de Need for Speed por um longo tempo”.

Finalmente, a EA traçou mais elogios à Criterion, mostrando boa expectativa nos anos futuros: “A Criterion é um excelente estúdio e nós estamos ansiosos para incorporar seu time talentoso e construir um grande futuro para a marca Need for Speed. Os engenheiros em Gotenburgo também serão vitais para os nossos planos continuados por toda a Electronic Arts”. Vale citar: a EA comprou os estúdios Criterion em 2004.

Need for Speed Heat (foto) foi o último jogo da franquia de corridas de rua da Electronic Arts a ser desenvolvido pelo estúdio Ghost Games

A Ghost Games, baseada em Gotenburgo, agora aguarda aprovação das autoridades trabalhistas da Suécia para efetivamente ser incorporada ao time de engenharia da Electronic Arts na cidade, provavelmente atuando no desenvolvimento segmentado do motor gráfico Frostbite, que a EA emprega em jogos de destaque como Battlefield, Medal of Honor, Mass Effect, além, claro, de Need for Speed. O último lançamento feito pela Ghost Games foi justamente Need for Speed Heat, que foi recebido pela crítica especializada com análises majoritariamente positivas, com média de 70 pontos (de um máximo de 100) para versões em PlayStation 4, Xbox One e PC.

Ainda assim, cerca de 30 pessoas devem ser demitidas da empresa com a medida da publisher americana.

Fonte: GamesIndustry