A empresa declara que a arma pode detectar aeronaves a distâncias de até 3,5 quilômetros

Muitos países consideram os drones uma ameaça. Isso porque eles podem ser usados para espionagem justamente por serem pequenos e de difícil detecção. No entanto, uma empresa israelense, chamada Rafael, parece ter a solução para o problema.

Em um vídeo liberado pela empresa, é apresentada uma tecnologia de arma à laser capaz de derrubar drones em movimento. O recurso, chamado de Light Blade, foi instalado num jipe e funciona basicamente como um sistema antiaéreo para drones.

[embedded content]

Para que o sistema seja eficiente, a empresa também criou ferramentas para auxiliar na detecção de ameaças, como um radar de busca, detector de comandos de drones via rádio, sensor eletro-óptico e um sistema de comando e controle.

Quando um drone é detectado, o sistema da Light Blade pode ser usado de duas maneiras. A primeira delas é um modo mais básico, em que o sinal do dispositivo é bloqueado e o drone volta às mãos do piloto. A segunda opção, mais agressiva, utiliza o laser para inutilizar o objeto, fazendo com que ele seja destruído quase que imediatamente após a detecção.

De acordo com a empresa, a tecnologia é capaz de identificar objetos com tamanho mínimo de 0,002 metros quadrados a distâncias de até 3,5 quilômetros. Quando uma ameaça é detectada, o sistema o mantém na mira.

Com a mira travada, é o fim do drone, já que o sistema não tem problema com manobras bruscas, e apresenta uma taxa de acerto bastante alta. Quando o objeto é atingido pelo laser, sua carcaça começa a derreter e as peças falham. O Light Blade pode lidar facilmente com vários drones ao mesmo tempo, como em um teste realizado pela Rafael em que ele foi capaz de dar conta de três aeronaves.

Via: Popular Mechanics

Tecnologia Laser Drone armas

Compartilhe com seus seguidores

Fonte: Olhar Digital