Uber está testando novos modelos de patinetes elétricos que oferecem mais acessibilidade, atendendo às pessoas com mobilidade reduzida na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos. O projeto piloto, iniciado na última quarta-feira (15), disponibiliza duas versões com três rodas, uma delas com banco.

O modelo chamado Rassine é o mais parecido com os patinetes convencionais, com duas rodas na dianteira, para melhorar a estabilidade, e uma na traseira. Já a versão ZooMe tem uma roda maior na frente e duas atrás, além de assento, plataforma para os pés e cesta para carregar objetos, e não é necessário pegar impulso no chão para iniciar a viagem.

Realizado pela Jump, startup de micromobilidade da Uber, em parceria com a San Francisco Bike Rentals, o projeto que disponibiliza patinetes adaptáveis tem apenas quatro unidades. Em entrevista ao TechCrunch, um porta-voz da empresa disse que a ideia é monitorar o feedback dos usuários e expandir com base nas respostas obtidas.

Modelo com banco e cesta. (Fonte: TechCrunch/Reprodução)

Também foi revelado que foram feitas entrevistas com vários líderes ou participantes de programas de inclusão em todo o país para a criação do modelo do novo serviço e a seleção dos veículos, além de buscar inspiração em projetos internacionais.

Preço

O aluguel dos patinetes elétricos de três rodas da Uber em São Francisco custa US$ 0,33 por minuto, o equivalente a R$ 1,38 na cotação atual, com o pagamento podendo ser feito via cartão de crédito ou débito.

Durante a fase de testes, os interessados não podem alugar o patinete no app da Uber, tendo que acessar o site da SF Bike Rentals para reservar o veículo, que deve ser retirado em uma das lojas da empresa e entregue em qualquer unidade após a utilização.

Cupons de desconto TecMundo:

Fonte: Tec Mundo