O vulcão Taal entrou em atividade nesta segunda-feira (13), e colocou as autoridades locais em estado de alerta. Até o momento, ao menos 30 mil pessoas já deixaram suas casas, mas o número pode passar de 200 mil nas próximas horas. A província de Batangas, onde está localizado o vulcão, declarou estado de calamidade.

O Instituto Filipino de Vulcanologia e Sismologia registrou pelo menos 75 terremotos causados pelo vulcão e elevou o alerta para o nível 4, o segundo mais alto. Eles solicitaram uma evacuação total em um raio de 17 quilômetros do vulcão, devido ao risco de “uma erupção perigosa ocorrer em horas ou dias”.

O Taal é o segundo vulcão mais ativo das Filipinas e está localizado a cerca de 60 quilômetros da capital Manila. Ele entrou em atividade na noite de domingo (12), e começou a expelir lava e uma coluna de cinzas e fumaça poucas horas depois.

Toda a área nas proximidades do vulcão ficaram cobertas por uma espessa camadas de cinza e poeira tóxica. Até o momento, não foram registrados vítimas fatais nem grandes danos na região.

Embora seja um vulcão pequeno, o Taal é muito ativo e já causou transtornos à população filipina. Em 1911, uma grande erupção matou 1.335 pessoas. Já em 1965, foram 200 mortos durante uma atividade vulcânica.

(Fonte: Reuters/Reprodução)
Relâmpago é vista em meio a parede de cinzas do vulcão (Fonte: Reuters/Reprodução)
(Fonte: Reuters/Reprodução)
Moradores observando o Taal em atividade (Fonte: Reuters/Reprodução)
(Fonte: Reuters/Reprodução)
Cidade de Agoncillo coberta de cinzas do Taal (Fonte: Reuters/Reprodução)

Cupons de desconto TecMundo:

Fonte: Tec Mundo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui